O que é HTML? Saiba como são feitos os sites da Internet

A construção de um site, independente do seu nicho, segmento e público a ser alcançado depende de inúmeros fatores por trás durante o estudo e desenvolvimento. O HTML é um dos componentes principais da criação de um site a fim de promover uma melhor experiência de navegação e possibilidades de trabalhos orgânicos como SEO. Acompanhe o texto a seguir.

Saiba como são feitos os sites da Internet, linguagem html e o que significa html | Foto: Freepik.

O que é HTML? 

No ambiente de programação, são dados determinadas terminologias específicas para a construção de um ambiente online. Seja uma loja, um blog ou marketplace, esses dados são convertidos em códigos, comandos combinados para gerar uma resposta ao seu clique e torná-lo funcional ao usuário final.

O significado da sigla HTML é Hyper Text Markup Language, – Linguagem de Marcação de Hipertexto, em português –  ou seja, é uma linguagem de marcação utilizada para estruturar uma página web e respectivo conteúdo. Através da combinação Hytime e SGML, a interpretação entre navegadores tornou-se mais simplificada, ampliando suas funções e tecnologias. Em resumo, o HyTime é um padrão para a representação estruturada de hipermídia e conteúdo baseado em tempo. Um documento é visto como um conjunto de eventos concorrentes dependentes de tempo (como áudio, vídeo, etc.), conectados por hyperlink. O padrão é independente de outros padrões de processamento de texto em geral.

Ao longo dos anos e por meio dos avanços tecnológicos, o HTML adquiriu novas versões atualizadas, que permitiu a evolução dos componentes básicos do HTML, que permitem as diferentes estruturas de um site. Quando navegando em uma determinada página na web, é perceptível as diferentes distribuições e tamanhos para títulos, parágrafos, imagens, vídeos e qualquer outro elemento.

No início da web e sua popularização, os sites eram elaborados de forma simples e em sua maioria, com alguns textos, layouts básicos e com pouquíssimas artes ou estilizações de acordo com a marca. Contudo, o HTML é a parte básica, que juntando ao JavaScript, CSS e demais elementos, são principais para o desenvolvimento de um site de acordo com a estrutura atual.

Como funciona o HTML? 

O HTML funciona para desenvolver o frontend da página web, ou seja, os elementos visuais e vem sendo bastante utilizado para desenvolvimentos de aplicativos independente do sistema operacional e jogos em melhor definição. Cada um desses elementos possui um arquivo HTML separado.

Os documentos HTML são arquivos que terminam com uma extensão .html ou .htm. Um navegador lê o arquivo HTML e habilita o conteúdo para que os usuários da internet possam vê-lo. Entretanto, os três elementos principais de um desenvolvimento HTML são:

  • Tag de abertura: Usada para dizer onde um elemento começa a ter efeito. A tag é cercada de colchetes angulares para abertura e fechamento. Por exemplo, use a tag de abertura <p> para criar um parágrafo;
  • Conteúdo: essa é a parte que os usuários verão;
  • Tag de fechamento: igual à tag de abertura, mas com uma barra antes do nome do elemento. Por exemplo, </p> para encerrar um parágrafo.

A combinação dessas três partes vai criar um elemento HTML, conforme exemplo:

<p> coloque seu texto aqui </p>

Tags do HTML 

Assim como os componentes de um site, o HTML também possui demais elementos que desenvolvem a sua construção. Logo, as Tags do HTML são partes da página web de qualquer objeto identificável dentro de um documento, por exemplo, um caractere, palavra, imagem, parágrafo ou célula de planilha. Veja a construção à seguir:

  • Estruturais: mudam o posicionamento de elementos na web;
  • Cabeçalho: relacionadas com o cabeçalho e alguns elementos básicos de sites, como o título e o favicon;
  • Links: são utilizadas para gerenciar qualquer tipo de link existente na página;
  • Listas: permitem criar diferentes listas;
  • Formatação de caracteres: adicionam formatação especial a qualquer texto exibido na página web;
  • Manipulação de elementos: tornam mais preciso o posicionamento de conteúdo na web;
  • Conteúdo multimídia: utilizadas para inserir elementos como imagens, vídeos e músicas nas páginas web;
  • Frames: para criar frames (que funciona como uma divisão interna da página) com conteúdo interno;
  • Formulários: utilizadas para criar formulários para os usuários;
  • Tabelas: adotadas para criar e modificar tabelas facilmente.

​As principais tags para escrever dentro de um ambiente de programação e desenvolvimento de texto são as seguintes:

<!– –> = Orientação em modificações futuras, ou relembrar como cada linha funciona;

<html></html> = Presente sempre no início e final do site;

<head></head> = Define o começo e o fim do cabeçalho de um documento htm, ou html;

<meta> = Dados básicos do documento, autor, data e hora da criação;

<style></style> = Definição do conteúdo do site;

<noscript<>/noscript> = Adicionar scripts ao site;

<body></body> = É o corpo do documento htm. ou html. Logo, a parte principal da página web;

<title<>/title> = Nome exibido no topo da tela do site quando é aberta no navegador;

Os marcadores HTML não são sensíveis à caixa, portanto tanto faz escrever <HTML>, <Html>, <html> ou <HtMl>.

Evolução do HTML 

O HTML e suas respectivas linguagens foram desenvolvidas pelo físico britânico Tim Berners Lee, que desenvolveu as primeiras versões do HTML e foram definidas com regras sintáticas flexíveis, o que ajudou aqueles sem familiaridade com a publicação na Web

A evolução do HTML se deu a partir dos anos 90, com o surgimento da internet. No início, as páginas web eram menos encorpadas, simples e muitas vezes similares umas às outras. Naquela época, os mecanismos funcionavam de acordo com os recursos da época, e melhor que não ter um site, ter um site era algo revolucionário e altamente tecnológico.

Evidentemente, com as atualizações de serviços e programas, os recursos foram aprimorados e com o HTML não foi diferente. Ainda há muitos sites baseados na versão 4.1 da linguagem, mas, após muito tempo, estudos e testes, a versão mais atualizada é o HTML 5.

Relação de HTML, CSS e Java 

Apesar de suas particularidades, os conceitos de HTML, CSS e JavaScript se relacionam para a construção de uma página web. Cada qual possui uma determinada função, contudo, precisam estar alinhadas para um bom funcionamento e experiência do usuário e até mesmo, funcionamento do site.    

Importante ressaltar que, o CSS foi uma vertente desenvolvida por meio da atualização das versões do HTML o CSS foi criado no final dos anos 1990, com o intuito de aprimorar o processo estético da página, de forma separada da estrutura, papel do HTML. Por outro lado, o Javascript foi criado a partir de uma grande competição entre gigantes do mercado na época: Microsoft e Netscape.

O JavaScript foi criado pela Netscape e a partir de uma linguagem de criação de Scripts Server-side, esta linguagem foi implantada nos servidores de WEB da Netscape. Em contrapartida, a Microsoft enxergou a possibilidade de um sistema Server-side ter futuro no ambiente online.

Através desses dados, a Microsoft criou uma linguagem JScript e implantou o sistema nos servidores de WEB ISS da empresa. A Netscape, indignada pela cópia de seu sistema pela Microsoft, entrou em um novo projeto. Deixando o sistema Server-side de lado, a empresa passou a desenvolver um sistema “client-side”, que roda no navegador do usuário. O novo sistema permitiu uma grande melhoria na velocidade de processamento dos dados, e colocou a Netscape no topo novamente. Veja as funçôes do CSS e Java:

CSS 

Significa Cascading Style Sheets – Folha de Estilos em Cascatas, em português –  utilizada para definir a aparência das páginas da internet que adotam para o seu desenvolvimento linguagens de marcação (como XML, HTML e XHTML).

JavaScript 

Linguagem de programação de alto nível criada, a princípio, para ser executada em navegadores e manipular comportamentos de páginas web. A partir destes scripts é possível incluir, em uma página estática, elementos dinâmicos como mapas, formulários, operações numéricas, animações, infográficos interativos e muito mais. Assim, com o JavaScript, CSS e HTML é possível elaborar um frontend na web.

Fala Content 

O Fala Content atua no mercado para atender as melhores soluções de tecnologias de acordo com o seu negócio, colocando a experiência do usuário como principal ponto de partida. Acompanhe nossas estratégias de SEO, hospedagem, acesso, mecanismos de buscas para deixar seu site cada vez mais orgânico e perceptível ao público a médio prazo. Contate-nos para saber mais sobre HTML e outros assuntos!

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]