Saiba como colocar uma canonical page e não sofrer mais com conteúdos duplicados

A canonical link meta tag ou, simplesmente, canonical tag é uma das mais importantes ferramentas utilizadas pelos profissionais de SEO que buscam melhorar a posição de seus sites nos mecanismos de busca e pesquisa como o Google e o Yahoo.

 

A canonical tag traz muitos benefícios ao site que a utiliza, mas muitas das vantagens que ela oferece não são tão conhecidas. Saber o que é uma canonical page, para que essa tag serve e quais tipos de problema ela pode resolver são pontos chaves no uso eficaz desta ferramenta.

É importante utilizar as ferramentas do Google canonical.
É importante utilizar as ferramentas do Google canonical. | Foto: Freepik.

O que é a canonical tag?

Muitas vezes os sites possuem mais de uma URL de direcionamento para uma mesma página, se isso acontecer, dizemos que ela está duplicada. Nessa situação, os mecanismos de busca, como o Google e o Yahoo, não conseguem identificar qual o endereço correto que deve ser direcionado ao usuário, dessa maneira, o potencial de visibilidade daquele site, principalmente da página em questão, cai bastante.

 

Para que esse problema seja evitado, os profissionais de SEO utilizam da canonical tag, um mecanismo que diz ao site de busca qual é a página principal e que deve, portanto, aparecer nos resultados de pesquisa dos usuários. A página marcada é chamada de canonical web page ou, simplesmente, canonical page, e a url marcada como a prioritária na busca recebe o nome de canonical url.

O que significa ter uma canonical page?

A Canonical Page é a página que, entre as duplicadas, foi a escolhida para ter o destaque e aparecer nas buscas feitas pelos usuários da internet. 

 

Nesse sentido, ter uma canonical page, ou várias delas, significa que o site não terá a sua visibilidade afetada quando as pessoas buscarem, nos sites de pesquisa, palavras chaves que se relacionam com o conteúdo oferecido por aquele site.

Por que é importante eliminar conteúdos duplicados?

Os conteúdos duplicados são ruins porque confundem os sites de busca e, dessa forma, é importante que eles sejam eliminados. 

 

Essa confusão dos mecanismos de pesquisa deriva do fato de eles classificarem os sites que aparecem ou por relevância ou pelo pagamento de anúncios. 

 

Nesse sentido, é difícil que um URL tenha relevância se tem um endereço diferente que leva a um mesmo lugar. Os visitantes dessa página em questão se dividirão entre esses dois URL e nenhum deles terá a visibilidade necessária para crescer nos sites de busca.

 

Ainda mais, se um site com conteúdos duplicados, pagar um anúncio para ter destaque nos sites de busca, o problema pode vir da confusão que esses URL podem causar aos mecanismos de pesquisa.

 

Assim, para otimizar o processo de pesquisa dos usuários, os oferecendo uma experiência satisfatória e, ao mesmo tempo, aumentar o alcance do site, fazendo com que mais pessoas cheguem até ele, é preciso eliminar os conteúdos duplicados.

Como funciona a canonical tag?

A canonical tag funciona como um indicador aos algoritmos do endereço principal a uma determinada página de um site. 

 

Essa sinalização só ficará visível aos mecanismos de busca e, portanto, não influenciará na experiência visual dos usuários. Para implantá-la, é necessário que o SEO acesse o header da página e adicione o rel = “canonical” no início do endereço URL. 

Os mecanismos de pesquisa já definem, por critérios próprios, qual a canonical url
Os mecanismos de pesquisa já definem, por critérios próprios, qual a canonical url. | Foto: Freepik.

Por que, como e onde usar a canonical tag?

É importante escolher usar a canonical tag, pois se o SEO não fizer a definição de qual página será a principal, os sites de pesquisa fazem isso por ele. Isso significa, na prática, que algum dos URL duplicados aparecerá de maneira mais destacada nos resultados das pesquisas. No entanto, utilizar da canonical tag garante que a vontade do SEO seja realizada e suas estratégicas possam, portanto, funcionar.

 

O uso da canonical tag pode ser feito não somente para os conteúdos duplicados, mas ela também pode ser utilizada para casos de conteúdos similares e para as URLs parametrizadas, que são links para rastreio de campanhas, ou seja, não devem aparecer ao público.

Utiliza-se a canonical tag para melhorar o desempenho de um site nos mecanismos de busca
Utiliza-se a canonical tag para melhorar o desempenho de um site nos mecanismos de busca. | Foto: Freepik.

Canonical tag e redirect 301, como funciona e qual a importância?

Tanto a canonical tag quanto o redirect 301 são ferramentas importantes para os profissionais de SEO que administram sites e, escolher entre os dois, é uma questão de avaliar os objetivos.

 

Se um site tem conteúdos duplicados, ou seja, dois endereços para uma mesma página ou páginas parecidas, ela pode tanto utilizar da canonical tag para resolver quanto do redirect 301.

 

Usando da canonical tag, os dois links ainda funcionarão para o acesso daquela página, entretanto, somente a canonical url aparecerá nos sites de pesquisa, ou seja, a canonical tag é limitada aos mecanismos de pesquisa.

 

Já o redirect 301 fará com que somente um link tenha o poder de entrar em uma página duplicada. Se um usuário clicar no link “desativado” ele será enviado ao link certo pelo redirect 301.

 

Dessa maneira, a escolha da melhor ferramenta para o conteúdo duplicado de um site é feita a partir de uma análise dos objetivos. Se os dois links têm acesso frequente, é legal utilizar a canonical tag, por outro lado, se um dos links é inútil, o ideal é utilizar o redirect 301.

Canonical tag como solução para erros 404!

O erro 404 é um erro que indica que uma página não foi encontrada por meio de um link acessado. A canonical tag pode ser usada, nesse caso, para que os links que aparecem nos sites de busca não sejam os quebrados e, portanto, a experiência do usuário não seja afetada negativamente.

2 erros comuns na implantação de Canonical tags para você fugir

Apesar da canonical tag ser uma ferramenta muito vantajosa, é necessário estar atento à sua implementação, a fim de que o seu uso seja proveitoso e ocorra sem nenhum problema.

 

O primeiro deles é estar atento para que o comando rel = “canonical” não seja aplicado no local errado, ou seja, na head e não na body.

 

Também é importante estar atento para que a canonical tag não seja aplicado na URL, ou que ele seja usado em páginas que não estão duplicadas ou, ainda, ser confundido com o redirect 301.